Como Explicar Sua Demissão Na Entrevista de Emprego

Como explicar sua demissão na entrevista de emprego

Nesse artigo detalhamos a melhor maneira de explicar ao recrutador os motivos para a sua demissão no último emprego de uma maneira que não te atrapalhe no processo seletivo

Qualquer pessoa pode passar pela experiência de ser demitida. Pode ser por performance abaixo do esperado ou porque a empresa está reduzindo de tamanho e cortando custos. Tudo isso é normal e acontece no mercado.

Mas, caso você tenha sido uma dessas pessoas, o desafio aparecerá na sua próxima entrevista de emprego: "Por que você foi demitida?" Essa pergunta irá aparecer de uma maneira ou de outra.

Por isso, escrevemos esse artigo para ajudá-la a encontrar a melhor resposta para essa pergunta e não se sair mal na hora da entrevista.

 

O que o recrutador quer saber?

Se você foi demitida, o recrutador com certeza quer saber se essa demissão não foi causada por mal comportamento ou por problemas éticos.

Se você foi demitida por causa de assédio, roubo ou qualquer outra causa justificada, não existe uma forma melhor para explicar isso na entrevista. Infelizmente, essas atitudes irão dificultar a sua recolocação em qualquer outra empresa.

Quando a pergunta sobre o seu último emprego surgir, seja sincera mas seja esperta.

O recrutador quer ter certeza de que você não cometeu nenhum crime, portanto passe a segurança necessária para mostrar que esse não é o seu caso e que foi demitida por outro motivo (caso realmente não tenha cometido um crime). Seja breve e direta na sua resposta.

Fale sobre os reais motivos da sua demissão e siga em frente, espere a próxima pergunta. Talvez você possa mostrar o que aprendeu com essa experiência e depois mude a conversa para falar sobre suas qualidades e experiência.

Ter sido demitida no passado não precisa ser o motivo para você não ser contratada no presente e no futuro. 

Aqui estão algumas coisas para lembrar-se quando esse tópico surgir:
 

  • Não fique tentando achar culpados. O seu potencial novo empregador não se importa se o seu antigo chefe foi o motivo do seu baixo desempenho e demissão. Ficar levantando motivos para culpar e falar mal do seu antigo empregador pode passar a impressão ao recrutador de que você poderá fazer o mesmo com a nova empresa. Se o motivo da sua demissão foi o relacionamento ruim que você tinha com o seu chefe, explique isso da forma mais simples e direta possível. Você não tinha um relacionamento próximo com seus superiores, mas pretende mudar a forma como estrutura e planeja suas próximas interações e relacionamentos na empresa. Use palavras positivas sobre como você aprendeu com as coisas que deram errado e pretende colocar em prática melhorando nas oportunidades futuras.

  • Não use a palavra "demitida". Essa é uma maneira simples de controlar a narrativa. A palavra "demitida" ou "demissão" tem conotação negativa, independente do motivo pelo qual isso aconteceu. Utilize outras palavras para descrever a situação, como por exemplo "que você não faz mais parte da empresa". 

  • Não leve para o lado emocional. Ser demitida é difícil para qualquer pessoa, seja de um emprego que você gostava ou odiava. Tenha certeza que você já "esteja resolvida" internamente com essa situação antes de iniciar a entrevista. A última coisa que você quer é chorar, ficar brava ou falar algo que irá se arrepender depois. Converse com amigos e família antes da entrevista para se preparar. Não deixe fracassos do passado atrapalharem seu potencial.

  • Não seja negativa. Isso vai de encontro com o primeiro ponto acima, sobre não achar culpados. Não fale mal sobre suas experiências de trabalho. Mantenha a conversa positiva, com uma atitude de quem está querendo melhorar cada vez mais e buscando oportunidades promissoras. Deixe claro para o recrutador que você aprendeu, internalizou e pretende utilizar tudo que vivenciou para ser uma melhor profissional daqui pra frente. Positividade sempre ajuda bastante em qualquer entrevista de emprego.

 

Ser demitida é uma experiência desconfortável e, invariavelmente, fará com que a sua próxima entrevista seja mais estressante do que deveria ser. A melhor coisa que você pode fazer é aceitar o que já passou e seguir em frente. 

Felizmente, boa parte dos recrutadores entende que nem todo colaborador se encaixa em todas as vagas e funções, fazendo com que o processo de desligamento ocorra de uma forma ou de outra. E não é o fim do mundo

 

A melhor coisa que você pode fazer é colocar em prática o que aprendeu e usar em benefício da sua carreira. Deixe claro tudo que você tem para oferecer e mostre seu valor durante a entrevista.
Agora veja o que pesquisar sobre a empresa antes da entrevista.