Currículo Perfeito: 8 Recomendações Úteis!

Currículo perfeito: 8 recomendações Úteis!

Nesse artigo fornecemos 8 dicas que certamente irão lhe ajudar muito na hora de criar um currículo para seu emprego dos sonhos!

Ter um currículo perfeito é essencial para qualquer cargo de emprego. De fato, o currículo é sua carta de apresentação. Por isso, ela precisa conter todas as informações relevantes.

Para ajudar você a entender mais sobre como criar um currículo perfeito, nós preparamos o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe conosco!

8 dicas essenciais para um currículo perfeito

Antes de fazer seu currículo, é sempre bom ter em mente que a maioria dos recrutadores gasta em média 6 segundos lendo os currículos que recebem. Ou seja, quase nada. 

Essencialmente, o currículo é a primeira impressão do empregador sobre você. É a porta de entrada para o processo de recrutamento e lhe dará acesso às outras etapas de seleção, se sua inscrição for relevante. Portanto, é importante ter um currículo perfeito.

Se você já se candidatou a ofertas diferentes, mas nunca houve retorno, ou muito pouco, isso significa que seu currículo não é ideal. Ou que você enviou o mesmo para cada cargo previsto. 

Esta é uma primeira regra para um currículo perfeito: personalize-o de acordo com cada cargo e empresa...

Vamos as dicas?

1. Coloque informações diferentes para cada cargo

Se você já trabalhou na mesma profissão em várias empresas, não adianta repetir as mesmas informações de um cargo para outro. 

O efeito "catálogo" torna a leitura trabalhosa e o recrutador não se preocupará em ler. Pelo contrário, destaque as experiências em cada empresa e exponha seus sucessos numéricos.

2. Selecione suas habilidades

É claro que nem sempre é fácil distinguir o que é essencial do que é supérfluo em um currículo, e depois de X anos de trabalho, o risco seria querer indicar todas as suas experiências. 

Não liste todas as suas qualificações, habilidades ou projetos em que você trabalhou. Seu currículo rapidamente se tornaria longo e difícil de ler. 

Pelo contrário, faça uma seleção das atribuições mais relevantes correspondentes ao cargo a que você está se candidatando. Dessa forma, o recrutador verá apenas as habilidades que são relevantes para a empresa.

3. Comece pelo fim

Contar a história da sua carreira começando com a experiência mais recente pode parecer estranho, mas é muito mais revelador para o recrutador. 

De fato, as últimas habilidades e experiência adquiridas são realmente as mais reveladoras. Especialmente se você já mudou de cargo várias vezes durante sua carreira. 

Lembrar ele do seu primeiro emprego há 15 anos não lhe trará muitas informações sobre você. Da mesma forma, exceto se for um jovem graduado, não comece seu currículo com sua formação, mas com sua experiência profissional...

4. Coloque-se no lugar do recrutador

Não tem certeza do que detalhar ou não? Imagine-se no lugar do recrutador ao ler seu currículo: quais perguntas ele faz? As informações fornecidas são relevantes e bastante desenvolvidas? Ou, pelo contrário, elas são inúteis? 

Se houver "buracos" em sua jornada, saiba que o recrutador vai perceber. Por isso, não hesite em desenvolver melhor esses pontos.

Por exemplo, como justificar um longo período de desemprego ao recrutador? Busque respostas e deixe claro em sua carta de apresentação.

5. Não atribua a si mesmo habilidades falsas

A tentação muitas vezes existe de "inflar" o currículo para se diferenciar e mostrar que você é feito para o cargo, mesmo que isso signifique ampliar seu papel nos cargos ocupados, estender a duração de um cargo ou atribuir um projeto coletivo a si mesmo... 

Cuidado, no entanto, com este jogo perigoso que pode atrair o olhar do recrutador e fazê-lo duvidar de sua honestidade. Então, se ele descobrir essa pequena mentira, ele pode questionar o resto de suas habilidades, mesmo que sejam muito reais!

6. Escolha um tom breve e preciso

Ao escrever seu currículo, elimine todas as palavras e informações desnecessárias. Um bom currículo usa uma linguagem específica que será compreensível pelo recrutador desde o início e permitirá que ele identifique rapidamente suas qualificações. 

Seja extremamente preciso, especialmente em relação às suas habilidades técnicas, e não tenha medo de "jargonizar" (comprovar algo) quando atender ao conhecimento exigido na oferta de emprego. 

Por exemplo, o termo "Conhecimento em HTML" deve ser especificado por um diploma obtido, experiência profissional concreta ou um projeto realizado.

Além disso, escolha frases curtas sem falar na primeira pessoa. Não adianta escrever "Eu estava no comando de tais missões", essa informação é redundante.

Por fim, liste os diferentes cargos que você ocupou, indicando para cada um deles a data que assumiu suas funções, a duração do contrato e sua atribuição.

7. Tenha atenção as informações desnecessárias 

Corrida, violão, natação... Seus hobbies são realmente interessantes para um empregador? A menos que você esteja disputando um cargo em uma loja de esportes, suas atividades esportivas podem ser uma vantagem. 

Sua sede de viagens e aprendizado de línguas estrangeiras também se você estiver procurando por um emprego internacional. Mas você pode facilmente ignorar este tópico. 

Você sempre pode mencioná-los durante a entrevista se achar que a troca é propícia e que o recrutador é receptivo às suas atividades paralelas.

8. Releia seu currículo

Este último conselho pode parecer trivial, mas reler seu currículo pode mudar tudo. Um ou mais erros de digitação podem eliminar você do processo seletivo. 

Além disso, use a plataforma Jobtool para melhorar seu currículo. Através da inteligência artificial, você poderá receber sugestões de melhora, para deixar seu currículo perfeito.

Além disso, nós temos diversos modelos prontos que vão dar uma cara totalmente nova para o seu currículo e que certamente vão impressionar o recrutador. 

Gostou de saber mais sobre como fazer um currículo perfeito? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, temos muitas outras novidades para você!