Perguntas de Entrevista de Emprego Que Você Precisa Conhecer!

Perguntas de entrevista de emprego que você precisa conhecer!

Antecipar as perguntas de uma entrevista de emprego pode garantir o seu sucesso. É por isso que preparamos esse artigo para você!

Para conseguir um emprego, você não poderá escapar da tradicional entrevista. Durante essa importante etapa do processo de recrutamento, o recrutador faz muitas perguntas para testar a capacidade de raciocínio do candidato, mas também para destacar seus pontos fortes e fracos. Por isso, saber as perguntas de entrevista de emprego pode lhe dar uma vantagem!

Durante a entrevista de recrutamento, algumas perguntas feitas são sempre iguais, independentemente do seu perfil ou experiência profissional. 

Embora possam parecer fáceis, uma boa preparação é, no entanto, essencial para respondê-las sem estresse e não cometer erros. 

Para ajudar você a entender mais sobre as perguntas de entrevista de emprego, nós preparamos o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe conosco!

Perguntas de entrevista de emprego que você precisa conhecer! 

1. Você pode me falar sobre você?

Frequentemente feita no início de uma entrevista, essa pergunta confunde muitos candidatos. Por quê? Pelo simples motivo de ser uma pergunta tão vasta que muitas vezes é difícil saber se o recrutador está tentando iniciar uma conversa ou conhecer as principais características da carreira profissional apresentada. 

Nesse caso, é mais seguro se ater às suas habilidades e conhecimentos profissionais.

A resposta ideal deve ser concisa, mas conter informações suficientes sobre sua formação e habilidades, para que o recrutador possa identificar o que você pode trazer para a empresa. 

Em outras palavras, fale sobre sua experiência, o que o fez estar na frente do recrutador hoje. Este é o trabalho dos seus sonhos? Isso faz parte do seu projeto profissional?

Uma resposta muito vaga sem exemplos concretos pode levar o potencial empregador a se perguntar se você corresponde ao perfil desejado. 

De fato, o recrutador precisa antes de tudo ser tranquilizado, com um discurso claro e fluido e uma resposta concisa.

2. Por que você está interessado no cargo a ser preenchido?

Ao fazer essa pergunta, o recrutador procura garantir que sua abordagem não seja de curto prazo. Ele busca pessoas motivadas pelo cargo a ser preenchido e pela empresa que o oferece. 

Portanto, você deve deixar claro em sua resposta que fez algumas pesquisas para conhecer melhor a empresa e que suas habilidades e experiência refletem o que é solicitado na descrição do cargo.

Uma estratégia complementar para responder a essa pergunta? O de "abrir" o assunto explicando ao seu interlocutor que você está interessado não só na empresa e no conteúdo do cargo, mas também nos produtos, nas pessoas, na cultura da empresa e nos valores... 

Este processo responderá à pergunta do recrutador de forma clara, comprovando assim o seu real interesse. Sem esquecer de explicar também que suas conquistas e experiências anteriores correspondem à função!

3. Qual é a sua principal fraqueza?

Normalmente, os candidatos a um emprego tentam disfarçar um ponto negativo como um ponto positivo. "Eu trabalho demais", "Sou muito perfeccionista" estão entre os exemplos mais clássicos. 

Má estratégia: este tipo de resposta pode dar a impressão de ter sido preparada com antecedência e muitas vezes soa falsa... 

Uma estratégia possível para responder da melhor forma possível a esta questão? Fale antes sobre seus "pontos de vigilância" ou seus "pontos de melhoria", tais como deficiências técnicas e / ou relacionais nas quais está buscando melhorar. 

Trata-se de fazer uma autocrítica honesta e de explicar com toda a humildade você está trabalhando esses pontos para melhorá-los! Além disso, não hesite em apontar que você aprendeu lições com as dificuldades da vida encontradas anteriormente.

Por outro lado, não faça uma lista exaustiva de suas falhas, pois você dará a impressão de ter muitos problemas para resolver. Nesse ponto da conversa, lembre-se de usar o humor, e até mesmo a provocação, com moderação.

4. Por que devo escolher você em vez de outro candidato?

Se o recrutador lhe fizer esta pergunta, é porque você já está bem posicionado entre os candidatos que provavelmente se enquadrarão na posição. 

Busque validar seu bom entendimento das missões e desafios que o esperam. Insista na sua capacidade de adaptação e destaque a sua personalidade camaleônica, que sempre permitiu que você se adaptasse a novas situações e novos desafios. 

O recrutador espera algo concreto de você, por isso você deve revisar o texto do anúncio antes da entrevista e encontrar uma resposta para cada uma das qualidades, habilidades ou conhecimentos solicitados, ilustrando suas palavras com resultados, projetos e realizações concretas.

A única armadilha a evitar: errar por excesso de confiança. Mesmo se o recrutador parecer duvidar de suas habilidades e aptidões, você não deve "exagerar", sob o risco de parecer um charlatão. 

Por outro lado, não caia no erro de tentar comover seu recrutador com argumentos pessoais. De fato, você nunca deve implorar ao recrutador que lhe dê o emprego porque você precisa dele.

5. Como você explica seu longo período de desemprego?

Não tente encobrir períodos de inatividade em seu currículo "adulterando" as datas. A empresa para a qual você está se candidatando provavelmente perceberá isso e você parecerá uma pessoa desonesta. 

Em vez disso, explique por que não foi selecionado em suas entrevistas anteriores, destaque os passos dados, os pontos em que trabalhou... 

A entrevista de emprego é exatamente o momento ideal para esclarecer esses períodos de inatividade e transformar o tema a seu favor, mostrando que você permanece ativo e positivo diante das dificuldades. Qualidades humanas apreciadas pelos recrutadores.

6. Quais são as suas expectativas de salário?

Se esta questão não é realmente uma "armadilha" é, no entanto, temida pela maioria dos candidatos. Há a tentação de se subestimar, medo de negociar, não levar em consideração os benefícios adicionais, entre outros. 

Contudo, para responder a essa pergunta corretamente, você pode pesquisar a média salarial do mercado, do mesmo cargo em outra empresa ou mesmo tomar como base seu antigo salário.

Não hesite em declarar que não vai trabalhar por menos de X reais, por causa da saturação de profissionais do mercado. Você deve deixar claro que você tem habilidades e experiências que merecem ser remuneradas de acordo.

Por outro lado, não tente inflar o seu salário, sob o risco de se encontrar acima dos preços de mercado. Dessa forma, o recrutador que terá uma má opinião a seu respeito.

7. Quantas vezes por dia os ponteiros do relógio se sobrepõem?

Às vezes surge um tipo de pergunta que não tem nada a ver com o trabalho em si.

Diante desse tipo de pergunta desconcertante, não se deixe dominar pelo estresse. O recrutador procura simplesmente testar você e, acima de tudo, espera uma resposta sincera e estruturada. 

Dependendo da personalidade do recrutador, podemos brincar com o humor ou devolver a pergunta sem responder dizendo, por exemplo: "o tempo não é uma obsessão minha. Não olho o suficiente para o relógio para saber por que nunca fico entediado."

Em todo caso, trata-se de dedicar algum tempo à análise do problema, sem medo de pensar em voz alta para formular uma resposta lógica. 

Mesmo que se cometa um erro, as capacidades de raciocínio que vão surgindo podem causar uma boa impressão no recrutador... Neste caso, é a capacidade de improvisação que é testada porque muitas vezes é preciosa num contexto profissional. 

8. Onde você se vê daqui a 5 anos?

Esta é uma das perguntas de entrevista de emprego clássicas, porque você deve parecer ambicioso, mas também realista, humilde e ser consistente em suas palavras em relação à posição que está almejando. Você também não deve dar ao recrutador a impressão de que irá embora após 6 meses!

É essencial que você deixe claro que pretende ainda estar na empresa. Quando há um processo seletivo, a empresa em questão está apostando em um profissional para o futuro.

Ela não deseja passar por processo seletivo e formação do profissional novamente em poucos meses.

Assim sendo, se esse é seu emprego dos sonhos, deixe claro que você quer crescer junto com a empresa. Talvez estar em um cargo mais bem posicionado dentro da empresa daqui 5 anos? É claro, isso depende da hierarquia proposta em seu cargo, mas é uma opção de resposta válida.

9. Você tem alguma dúvida?

E você deve ter alguma! A estratégia certa aqui é fazer algumas perguntas direcionadas ao recrutador, um verdadeiro sinal de interesse na posição a ser preenchida. 

Ou seja, questões, por exemplo, sobre a cultura corporativa, sobre os critérios escolhidos para julgar o funcionário durante o período de experiência, sobre o tipo de gestão ou sobre o ambiente geral... E por que não perguntar também ao recrutador os motivos que o motivaram a entrar na empresa?

Para se preparar para essa pergunta, uma palavra de ordem antes da entrevista: pense em 10 coisas que você gostaria de saber sobre a empresa e sobre aspectos da função que parecem "obscuros". 

Isso tornará mais fácil perguntar: "Quem será meu gerente? Qual é a sua formação?" ou "O que você acha da aquisição da Empresa X pelo principal concorrente de sua empresa?". 

Claro que é possível que algumas dessas perguntas tenham sido respondidas durante a entrevista, mas também há uma boa chance de que ainda sobrem algumas perguntas para o final.

Outra instrução? Cuidado com as questões que, por outro lado, devem ser postergadas... É totalmente desnecessário e até arriscado pedir de imediato informações sobre o salário, as vantagens ou as férias oferecidas antes da apresentação de uma oferta de emprego. 

Caso contrário, o recrutador corre o risco de acreditar que apenas esses elementos são do interesse do candidato.

As entrevistas são uma parte necessária do processo de recrutamento, mas não devem intimidar você. É essencial se preparar com antecedência para alguns quebra-cabeças e lembrar de pedir um tempo para pensar e responder às perguntas mais comuns. 

Lembre-se, manter a calma e a compostura em uma situação estressante só aumentará o seu profissionalismo e, ao mesmo tempo, o diferencia de outros candidatos.

10. Você gosta de trabalhar em equipe?

Esta é uma pergunta fechada que é quase impossível de responder mentindo. A resposta é "sim" ou "não". Portanto, se você não gosta de trabalhar com outras pessoas, responda com sinceridade.

Claro, você tem que pesar as consequências de uma resposta ou de outra, mas pense cuidadosamente no seguinte: se você acha difícil lidar com o trabalho em equipe, sua continuidade neste esforço será limitada.

No entanto, há momentos em que as opções de trabalho são escassas e surge a necessidade. Nesse caso, tenha a mente aberta. 

Você pode dizer que nem sempre gosta de trabalhar com outras pessoas, mas há momentos em que você pode fazer isso sem nenhum inconveniente.

11. Por que você quer mudar de emprego?

Esta é uma pergunta que às vezes é difícil de responder, mas para a qual você deve ter uma resposta adequada. Tome especial cuidado ao discutir seu trabalho atual. 

Mais uma vez, isso ajuda a valorizar a lealdade e o respeito que você pode demonstrar pela empresa ou pelos líderes para os quais trabalha.

Mencione o fato de que você está em busca de novos desafios profissionais, de realização, de uma nova missão, de desenvolvimento de carreira, mas nunca fale mal da empresa em que trabalhou ou ainda trabalha.

Se aceitou recentemente uma oferta de emprego e não está satisfeito com a sua escolha (seja porque não gosta da missão que lhe foi confiada, da equipe ou do ambiente), isso não importa; somos todos humanos e frequentemente cometemos erros em nossas escolhas. 

Como se costuma dizer: "Para descobrir, você tem que tentar." Portanto, assuma a decisão que você tomou e demonstre seu desejo de encontrar um emprego que seja mais adequado para o que você procura.

Treine essas perguntas de entrevista de emprego

Para ter sucesso total em sua entrevista de emprego, é essencial que você treine essas perguntas de entrevista de emprego.

Para lhe ajudar nessa tarefa, a plataforma Jobtool possui um simulador de última geração que irá lhe ajudar a se preparar para sua próxima entrevista

Clique aqui e conheça a ferramenta hoje mesmo!

Gostou de saber mais sobre as perguntas de entrevista de emprego? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!